Na Luta pela Escola Pública

Este blog pretende criar um espaço para informações e discussões sobre Escola Pública na Região dos Lagos, com destaque para o município de Cabo Frio.

O nome “Pó de Giz” é tomado, por empréstimo, do antigo time de futebol dos professores do Colégio Municipal Rui Barbosa. Um colégio reconhecido por sua luta pela educação pública de qualidade. Um lugar onde fervilha a discussão educacional, política e social. Colégio que contribui de maneira significativa na formação de seus alunos, lugar onde se trabalha com o sentido do coletivo.

O " Pó de Giz" é uma singela homenagem a essa escola que tem um "pequeno" espaço educacional, mas corajoso e enorme lugar de formação cidadã.


sábado, 2 de julho de 2011

A Educação Estadual tem Fome!


Você sabia que nas escolas estaduais, um funcionário concursado tem um vencimento menor do que um salário mínimo? Você sabia que um professor com nível superior ganha de salário bruto, R$ 765,00? Por isso, professores e funcionários têm FOME DE REAJUSTE SALARIAL!

Você sabia que durante o seu governo, Sergio Cabral só investiu em educação aquilo que é obrigado por lei? Enquanto as empreiteiras e os empresários aumentaram muito os seus lucros no governo Cabral, a educação vive apenas com os mínimos constitucionais e não consegue dar o salto de qualidade necessário. Por isso, a educação estadual tem FOME DE RECURSOS PÚBLICOS PARA A EDUCAÇÃO!

Você sabia que os baixos investimentos em educação do governo Cabral resultam em salas superlotadas, prédios caindo aos pedaços, falta de material pedagógico e até mesmo na falta de professores para as turmas. Por isso, a educação estadual tem FOME DE MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO!

E agora, o novo secretário de educação (um economista que nunca entrou em uma sala de aula) implanta um programa que exclui os aposentados e tenta punir os professores pelas péssimas condições das escolas. Por isso, a educação estadual tem FOME DE DEMOCRACIA E AUTONOMIA PEDAGÓGICA, POIS ESCOLA NÃO É FÁBRICA E EDUCAÇÃO NÃO É MERCADORIA!

Por tudo isso, pedimos seu apoio. Estamos aqui neste supermercado realizando um protesto pacífico e comprando comida com um cartão que o governo queria que utilizássemos apenas com cultura. Mas nós queremos na verdade um salário decente capaz de saciar a fome de dignidade que hoje move nossa luta.

fonte: SEPE
foto: Uol

Um comentário:

  1. Recomendo aos amigos um artigo sobre a situação da educação no Brasil, sobretudo a omissão dos SEPEs nesse aspecto. Sempre ouvimos campanhas salariais com greves e mais greves. Mas quantos cursos os sindicatos de professores realizam por ano? Será que toda a arrecadação serve para a política? É por aí. A politização da categoria é mais válida que o aperfeiçoamento profissional.

    Segue abaixo um excelente artigo que retrata um pouco dos equívocos da arte de ensinar no Brasil.

    Como sempre a reinvidicação por melhores salários, mas a qualidade do profissional continua péssima.
    A EDUCAÇÃO DE MENTIRA: Como o Brasil está trocando conhecimento por ideologia
    Quem tem medo da democracia.com Dias trágicos estamos vivendo hoje na educação pública brasileira. Notícias que chocam o cidadão leigo se sucedem dia após dia. Já acostumados a ver as crianças aprovadas automaticamente nas escolas e analfabetos funcionais se formando no segundo grau, agora nos deparamos com novos absurdos...

    http://quemtemmedodademocracia.com/colunas/non-abbiate-paura/a-educacao-de-mentira/

    ResponderExcluir