Na Luta pela Escola Pública

Este blog pretende criar um espaço para informações e discussões sobre Escola Pública na Região dos Lagos, com destaque para o município de Cabo Frio.

O nome “Pó de Giz” é tomado, por empréstimo, do antigo time de futebol dos professores do Colégio Municipal Rui Barbosa. Um colégio reconhecido por sua luta pela educação pública de qualidade. Um lugar onde fervilha a discussão educacional, política e social. Colégio que contribui de maneira significativa na formação de seus alunos, lugar onde se trabalha com o sentido do coletivo.

O " Pó de Giz" é uma singela homenagem a essa escola que tem um "pequeno" espaço educacional, mas corajoso e enorme lugar de formação cidadã.


segunda-feira, 13 de junho de 2011

PASQUIM DE 1973. [Sergio Cabral pai]



O filho é adotado???

19 comentários:

  1. Perfeito, Denize. Espalhando pelas redes sociais!

    ResponderExcluir
  2. EM 2014 gringos vão conhecer o Brasil
    Vão perguntar sobre nossa referencia
    Conhecerão a verdade e alguns tópicos
    O melhor Político é aquele que rouba, mas faz.
    O juiz é o Laulau
    Não é necessário ter escolaridade e ficha limpa para ser político
    Corrupção nas eleições é caixa dois de campanha
    Praticado por funcionários de baixo escalão – é crime de peculato e corrupção passiva
    A melhor Emissora (Globo) denomina todos policiais como corruptos em suas novelas
    Líder Cristão – Edir Macedo é preso por ter adquirido a Rede Record.
    Bombeiros no Rio de Janeiro são presos colocados de joelhos e chamados de vândalos pelo governador Sergio Cabral, apenas solicitando um soldo justo (PEC 300)
    O presidente mais intelectual FHC chamou brasileiros de caipiras e aposentados de vagabundos, por não conseguirem sobreviver com um salário mínimo.
    PM de SP ganhando um mísero salário são obrigados a trabalhar na folga para a Prefeitura inventaram o bico oficial (bico delegada) autores Alckmin e Kassab
    Portugal escravizou os negros e nossos políticos à classe trabalhadora
    A melhor música (passarinho quer cantar, porque acaba de nascer – cantada por Gugu)
    PM de Brasília com salário justo e os demais Estados com salários inferiores e os parlamentares citam que militares tem que viver com um salário de fome sem direito a greve, a paralisação fere a Constituição Federal.
    Colocam em pauta a PEC 300 e aprovam na 1ª instância (antes das eleições) após eleitos quer engavetar.
    E os gringos ficarão pasmos e perguntarão – que país é esse?
    Estamos sem liderança e referencia, é lamentável...

    ResponderExcluir
  3. Cientista político descobriu que no dia 7 de setembro os políticos brasileiros estavam reunidos citandos que os crimes cometidos por eles nos anos 60 eram delitos comunistas e no presente após a anistia querem virar o jogo, matar os militares da PM de fome e prender Bombeiros, percebeu que viver como burguês é melhor que ser socialista.
    Aplicaram a ditadura civil e utilizam o regulamento militar para manter todos no cabresto, sem direito a greve – previsto na Constituição Federal. Em SP já está em prática o Bico Delegada (São Praças recebendo baixos salários, são condicionados a trabalhar na folga para a Prefeitura) Geraldo Alckmin e Gilberto Kassab,comemoraram,silenciaram as Associações que deveriam defender a classe e a defensoria Pública, o Excesso da carga horária em serviço que gera stress é desumano (denominado serviço escravo)
    No dia da Independência Militares desfilavam e Políticos citavam ser simpatizantes do Presidente Norte Americano na pizzaria conhecida como BARRACO OBRAHMA, debocharam de Karl Marx, Fidel Castro, Osama Bin laden, concordaram com FHC que denominou em sua declaração intelectual-citando brasileiros são caipiras e aposentados são vagabundos (alguns citaram que a ordem é para o povo e o progresso é para eles,combinaram para continuar com as CPIS engavetadas e manter o voto secreto instrumento de impunidade,quando abordaram o tema ideologia, sorriram dando a entender que todos são farinha do mesmo saco.Descartaram a PEC 300 que foi uma jogada nas eleições e após desejam deixar do mesmo jeito engavetando (é a escravidão utilizando a Constituição Federal e o Regulamento Militar,serão escravos baratos.Só a Pm de Brasília é dado um salário digno,afinal o Deputado Cabo Patrício está dominado e é capaz de trair a Pm de outros Estados.Estão com receio só de Vladimir putin,que está (puto) com esses ex-comunistas de 5ª categoria que traíram suas ideologias e subestimam a sabedoria do povo brasileiro. (Fernando Beiramar e Marcola)na década dos anos da ditadura militar,hoje seriam aceitos como companheiros que estão no poder e provavelmente seriam eleitos como governantes do Brasil,estariam como heróis da resistência.

    ResponderExcluir
  4. Geraldo Alckmin conseguiu escravizar a PMESP com o famoso bico oficial denominado (Lei Delegada) trabalhando na folga para a Prefeitura para satisfação de Gilberto Kassab, sacrificam à folga de Policiais que são condicionados a esse sacrifício por não ter salário digno e o bico é só para aqueles que trabalham em Batalhões no centro de SP e os demais são ignorados. O caráter do governador cita que com o bico delegado o soldado ganhará a mais R$1000,00 no seu soldo. Tais Governante estadual e Municipal estão usurpando a função da GCM, fiscais da Fazenda e da Prefeitura,não queremos bico delegado e sim a PEC 300 e o pior que o crime vem crescendo acentuadamente com estatísticas maquiadas que o governo não deseja que o povo de SP e do Brasil saiba,transformaram a PMESP em uma máquina de multas e fala que não há dinheiro para a PEC. Não queremos continuar na usurpação do serviço da GCM e nem empréstimos, dignidade já. PEC 300... O melhor escravo é aquele que é penalizado com um baixo soldo e tem que silenciar por ser militar estão ferindo os direitos e garantias do artigo 5º dos direitos e garantias da Constituição Federal e as nossas Associações somadas com os direitos humanos silenciam. Os parlamentares preocupam-se com votos secretos para impedirem a cassação de Jaqueline Roiz (166 votos favoráveis a cassação, 265 contra e 20 abstenções, a deputada Jaqueline Roriz foi absolvida) e querem o rigor da lei em cima de Bombeiros e Policiais,por solicitarem um salário digno.Não aceitamos diferença salariais entre a PM de Brasília em relação a outros Estados,temos que refletir que nossos irmãos Bombeiros do Rio de Janeiro foram humilhados,permaneceram de joelhos e sentados para satisfazer o sadismo de Sergio Cabral,que abusou do seu poder em cima de uma classe regida pelo militarismo.Todos são iguais perante a lei,porém alguns mais iguais.Por um Brasil melhor PEC 300 já.Agora de fato estamos no regime ditatorial,disfarçado de Democracia.No dia da Pátria o nosso grito é (Independência ou greve geral) PEC 300 é a solução.

    ResponderExcluir
  5. Geraldo Alckmin e Gilberto Kassab,transformaram a PMESP em pizza (meio Estadual e meio Municipal) a disposição da burguesia que tem necessidade de uma segurança boa e barata,paga com os cofres Públicos (bico delegada,que não satisfaz a tropa e denegri a imagem da GCM) A jogada é essa - policiais com salários irrisórios são condicionados a fazer o trabalho que é atribuição de fiscais da Prefeitura e da Guarda Municipal e no Rio de Janeiro Sergio Cabral solicita apoio das Forças Armadas para atividades da Polícia do Estado.Sem a PEC 300 em 2014 o Brasil terá que mostrar a sua cara,maquiada por governantes que não possuem visões administrativas,não queremos ser pizza e muito menos a usurpação do serviço da GCM que merecem também dignidade.Estão enganando o povo com o (bico delegada) Chega de hipocrisia e enganos,não queremos ser pizza a serviço da classe dominante do nosso país, pertencemos a Força Pública extensivo a todas as classes sociais,privatizar a Segurança Pública é ferir a Constituição Federal e o pior na folga é lamentável ) As associações,Defensoria Pública,Direitos Humanos,Parlamentares – silenciam ) Efeitos colaterais do trabalho escravo é o stress e a psiquiatria do HPM não comporta o n° de pacientes com transtornos psicológicos derivado do serviço escravo,onerando os cofres Públicos,talvez terceirizando nossos parlamentares ficaria mais barato,passariam por um exame seletivo exigindo além de conhecimentos profissionais geopolítica (curso superior) ficha limpa junto a Polícia Federal e subordinados as leis vigentes do País,garanto que muitos não preenchem os requisitos para ingressar como soldados da PM .Vamos fazer um referendo a respeito da corrupção dos políticos,que já utilizam um instrumento chamado (CPI e o voto secreto) julgam-se acima da lei,diferente das demais classes sociais.Desejam ser eternas vítimas do regime militar,pela prática de roubos a bancos,invasões de quartéis para roubar armas e são considerados heróis da resistência,no presente de fato estamos na ditadura civil que tortura aposentados do INSS,negam a classe trabalhadora salários dignos,sem direito a Habitação Educação,Saúde,Segurança,Transporte...de qualidade e querem transferir as feridas sociais a Segurança Pública escravizando todos exceto a PM de Brasília que possui um soldo justo.No desfile militar de 7 de setembro estiveram ausentes Sergio Cabral e Geraldo Alckmin,tementes ao repúdio da população,mas os bravos heróis Bombeiro,Policiais e as Forças Armadas estavam marchando sempre com o pé direito para o dever e os Políticos com o pé esquerdo para o lazer.Portanto pizza meio a meio jamais.PEC 300 em pata na 2ª estância,sem o voto secreto.Transparência BRASIL.

    ResponderExcluir
  6. Lula: o filho do Brasil. FHC, o filhinho do papai que ia para Miami quando passava de ano na faculdade?

    Papai de FHC morreu decepcionado com filhinho
    O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso adora se refestelar na fama de intelectual, respeitável estudioso de Sociologia, e de ridicularizar o desinteresse de Lulla pela própria educação.

    Mas o passado o condena: em 1949, ele foi reprovado no vestibular para a Faculdade de Direito e, na mesma época, levou "bomba" em duas tentativas de ingressar na Escola Militar.
    FHC queria ser militar, como o pai, avô, bisavô etc.

    Desgosto

    FHC era o "grande desgosto" do pai, general Leônidas: "Ele nunca vai dar para nada", desabafou ao colega de farda Jocelyn Brasil.
    05/12/07

    Na época da ditadura, sugeriram ao pai de FHC ( que embora militar era CONTRÁRIO ao regime de 1964 ) que colocassem o filho dele para articular um movimento contra o regime. Ele disse: "esqueçam. Esse meu filho não tem nenhum caráter."

    Papai de FHC morreu decepcionado com filhinho
    O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso adora se refestelar na fama de intelectual, respeitável estudioso de Sociologia, e de ridicularizar o desinteresse de Lulla pela própria educação.

    Mas o passado o condena: em 1949, ele foi reprovado no vestibular para a Faculdade de Direito e, na mesma época, levou "bomba" em duas tentativas de ingressar na Escola Militar.
    FHC queria ser militar, como o pai, avô, bisavô etc.

    Desgosto

    FHC era o "grande desgosto" do pai, general Leônidas: "Ele nunca vai dar para nada", desabafou ao colega de farda Jocelyn Brasil.

    Na época da ditadura, sugeriram ao pai de FHC ( que embora militar era CONTRÁRIO ao regime de 1964 ) que colocassem o filho dele para articular um movimento contra o regime. Ele disse: "esqueçam. Esse meu filho não tem nenhum caráter."

    Creio que daí podemos depreender parte das motivações de FHC em sua torpeza de querer "acabar com a Era Vargas" . Por trás disso havia não apenas a sede de Poder e riquezas, típica de alguém sem caráter que vende sua Pátria aos poderosos do exterior, mas também um componente de fundo freudiano: FHC estava em luta permanente contra o espectro do pai, que vivia ( deve viver ainda ) a assombrá-lo permanentemente - o pai de FHC era um patriota, nacionalista, filiado ao PTB e um dos grandes líderes da campanha "O Petróleo é Nosso" .

    É típico de quem tem esses distúrbios e traumas mal resolvidos viver em permanente luta interior para negar o próprio pai e querer destruir o legado paterno. Tragicamente, foi a uma pessoa assim desorientada que o eleitorado brasileiro, por duas vezes, confiou os destinos da Nação.

    Daí podemos compreender também o ego excessivamente narcisista de FHC: trata-se de um mecanismo interno de defesa, para compensar o baixo conceito que o pai tinha dele.

    Nada surpreendentemente, é a segunda figura reacionária que tinha neuroses familiares mal resolvidas na História do Brasil: o Corvo ( Lacerda ) também era assim. Tinha um péssimo relacionamento com o pai, o "tenente civil" revolucionário de 1930 Maurício de Lacerda. Segundo uma explicação também de fundo psicanalítico que li em um livro de História certa vez, Lacerda terminou por transferir ( na esfera política ) todos os seus recalques, neuroses e frustrações em relação à figura paterna para a figura do Presidente Getúlio Vargas, que era... o Pai dos Pobres.

    Daí se pode compreender parte do ódio intenso e invencível que Lacerda devotava à figura de Vargas: a luta contra Vargas era uma projeção ( em seu subconsciente doentio ) da luta interna, familiar, do Corvo contra o próprio pai.


    Nem empurrado conseguiu ser militar, fracassado foi ser político.
    Quem traiu a Pátria, a esposa e o próprio pai será favorável a PEC 300?

    ResponderExcluir
  7. Por que São Paulo não resolve o problema da Cracolândia
    Por que SP não resolve o problema da cracolândia?



    O Estado de S. Paulo – Caderno Metrópole

    Do abandono das ruas ao desperdício de verba pública, entenda a história de degradação da região no centro e as possíveis soluções
    Rodrigo Brancatelli



    A cracolândia existe porque São Paulo deixou que aquela área no centro virasse um território autônomo, onde as leis funcionam de forma um tanto diferente, onde é considerado normal fumar crack, onde a procissão de drogados já não causa mais espanto nos paulistanos que acham que o problema das drogas nunca vai chegar a suas casas.
    Anos e anos de negligência, gestão após gestão de promessas frustradas, a cracolândia virou a terra de homens e mulheres com cascões de sujeira no rosto e no corpo, escondidos em meio a papelões e cobertores sujos, que raspam a calçada em busca de migalhas que caem dos outros cachimbos. Um lugar onde não há nada além do abandono e da degradação.
    O problema da cracolândia começa no fato de que os próprios moradores e governantes preferem não enxergar a região - é como se São Paulo tivesse virado as costas. A iluminação é deficiente, o policiamento é quase inexistente, as calçadas esburacadas, o lixo permanece acumulado... É como se, de fato, o uso de drogas fosse legalizado por ali - um cenário de completa omissão. Em tempo: a Prefeitura tem parados em caixa R$ 10 bilhões.
    Atualmente, o governo promete internar de forma compulsória dependentes, construindo um centro de acolhimento onde serão feitos a triagem e o encaminhamento dos viciados. O histórico de promessas e obras da Prefeitura, no entanto, não é dos mais otimistas - 35 intervenções em pontos culturais e turísticos no centro da cidade foram realizados desde 1998, com investimento de R$ 1,2 bilhão. É o equivalente a 13 quilômetros de metrô ou 60 Centros Educacionais Unificados (CEUs). E sem resultado aparente. Geraldo Alckmin e Gilberto Kassab – não conseguiram privatizar a cracolândia como ponto turístico e o contrato do bico delegada é para proteger o comercio da Elite, a cracolândia está fora de cogitação (seria um grande gasto na área da Saúde,sendo que a Segurança Publica está condicionada em multar,correr atrás de marreteiros – sempre gerando recursos aos cofres Públicos é a lei do PSDB e PSD,contribuinte paulistano paga a conta e a classe dominante desfruta.(PEC 300 é o sinônimo da LEI ÁUREA,libertar escravos é prejuízo...)

    ResponderExcluir
  8. Carta de Abraham Lincoln ao professor do filho
    "Caro professor, ele terá de aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas por favor diga-lhe que, para cada vilão há um herói, que para cada egoísta, há também um líder dedicado, ensine-lhe por favor que para cada inimigo haverá também um amigo, ensine-lhe que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada, ensine-o a perder, mas também a saber gozar da vitória, afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso, faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros no céu, as flores no campo, os montes e os vales.

    Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa, ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos.

    Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros, ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.

    Ensine-o a ouvir todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho, ensine-o a rir quando estiver triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram.

    Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.

    Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço, deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.

    Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e fé também em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.

    Eu sei que estou pedindo muito, mas veja o que pode fazer, caro professor."

    Abraham Lincoln, 1830

    Será que os governantes da Nova república do Brasil em pleno século XXI,estariam interessados em aplicar em nosso território a carta acima,ou continaremos limitados como o país do futebol,dos carnavais,das novelas,da corrupção,da impunidade,desinteresse em aprovar a PEC 300,continuação da mão de obra escrava,censura aos jornais brasileiros...

    ResponderExcluir
  9. Você está em Esportes > Esportes
    Obras engatinham e ninguém sabe quanto o mundial vai custar
    Ainda há muito por fazer e o preço da aventura é mistério total
    16 de outubro de 2011 | 3h 06
    Almir Leite - O Estado de S.Paulo
    A Copa do Mundo no Brasil vai tomar forma na quinta-feira, quando a Fifa divulgará o calendário com datas, locais e horários dos jogos. No dia 30, completam-se quatro anos que o País foi anunciado como sede da competição. Desde então, algumas coisas foram feitas, mas há muito por fazer. Os estádios ficarão prontos a tempo. O mesmo não se pode garantir em relação aos aeroportos e às 49 obras de mobilidade urbana ligadas à Copa. "Certeza'' absoluta, só uma: ninguém sabe quanto ficará a conta da empreitada.
    Veja também:
    Análise: Uma Copa não é feita só de histórias de roubalheira e descasos
    Após denúncia de fraude, Orlando Silva pede investigação da PF

    Filipe Araujo/AE
    Itaquerão corre para recuperar o tempo perdido
    No último balanço divulgado pelo governo federal, em setembro, o custo da Copa, considerando-se o dinheiro a ser investido em estádios, portos e aeroportos e em mobilidade urbana, foi estimado em R$ 27,1 bilhões. Aumento de cerca de 14% em relação aos R$ 23,1 bilhões do balanço de janeiro e de 26% sobre os R$ 21,5 bilhões de previsão feita em 13 de janeiro de 2010, quando o ex-presidente Lula assinou a Matriz de Responsabilidade.
    Esses R$ 27,1 bilhões estão a anos-luz de uma estimativa feita pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), que calculou em R$ 112 bilhões o custo com a Copa.
    Você está em Esportes > Futebol
    Governo oficializa isenção total de impostos para bens e serviços à Fifa
    Entidade terá alíquota zero em itens como alimentos até 31 de dezembro de 2015
    13 de outubro de 2011 | 17h 59


    Iuri Dantas - Agência Estado
    BRASÍLIA - Decreto publicado nesta quinta-feira pela presidente Dilma Rousseff no Diário Oficial da União concede à Fifa isenção total de impostos federais para bens e serviços relacionados à Copa das Confederações de 2013 e à Copa do Mundo de 2014. Os dirigentes ficam livres, inclusive, da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), cobrada na importação e comercialização de combustíveis.
    Enquanto o país encontra-se subordinado a FIFA,permanecem pendentes - as promessas da campanha – valorização dos profissionais da Segurança Pública (PEC 300) e os demais servidores,obras de 1ª necessidade – minha casa minha vida,creches,escolas,investimentos tecnológicos nas universidades –para suprir as necessidades nos hospitais,industrias,ferrovias,metro,urbanização das favelas,recuperação de jovens na cracolândia e outros locais do país.Estamos subordinadas a FIFA (similar ou pior que o FMI) as custas do contribuinte (minha Copa minha dívida) lamentável...

    ResponderExcluir
  10. Você está em Notícias > Brasil

    Europeus alertam para ‘narcoturistas’ brasileiros
    Tráfico dá dinheiro e viagens a jovens de classe média para que voltem ao País com ecstasy e LSD
    15 de outubro de 2011 | 17h 18

    Jamil Chade, Correspondente em Genebra
    "Prêmio" de no mínimo R$ 20 mil, uma viagem de turismo pela Europa com todas as despesas pagas e apenas uma obrigação: trazer de volta para o Brasil pílulas de ecstasy ou comprimidos de LSD. Essa é a nova tendência revelada pela entidade Frontex, a polícia de fronteiras da União Europeia, e está sendo chamada de narcoturismo dos jovens da classe média brasileira.
    Veja também:
    Narcotráfico se sofistica na África Ocidental e preocupa Europa
    Descoberta rede de narcotráfico entre América do Sul e Espanha
    Brasil se torna grande rota de tráfico de cocaína para Europa

    Paulo Santos / Reuters
    Policiais brasileiros encontram 14 mil pílulas de ecstasy em um voo de Manaus para Belém
    Até hoje, a tendência era justamente o contrário: jovens brasileiros sendo usados como mulas para transportar drogas entre o Brasil e o mercado europeu. Segundo a Frontex, esse fenômeno continua e o Brasil de fato é um dos principais pontos de partidas da cocaína.
    Mas, com o mercado brasileiro em expansão e maior renda da população, o Brasil se transformou em um dos principais destinos das drogas sintéticas.
    Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil vai na contramão da tendência da maioria dos países ricos, nos quais o consumo de drogas dá sinal de estar em queda.
    Inversão. O levantamento da Frontex mostra uma realidade que pegou de surpresa as autoridades europeias, habituadas em controlar a entrada de drogas, e não sua saída.
    Segundo a entidade, jovens de classe média no Brasil são contatados por traficantes de drogas que oferecem viagens à Europa, com tudo pago. Passam férias e de fato fazem o percurso tradicional do turismo.
    "Como pagamento, os jovens levam as drogas – em grande parte ecstasy e LSD – de volta ao Brasil, onde então serão compensados com um pagamento que varia entre 8,5 mil e 13 mil (aproximadamente R$ 20,4 mil e R$ 31,2 mil)", revelou a Frontex em seu novo relatório sobre a situação das fronteiras.
    Com um perfil diferente das tradicionais mulas, os jovens de classe média chamariam menos a atenção das autoridades.
    Segundo o mapeamento, os principais destinos desses brasileiros são a Bélgica e a Holanda, os maiores produtores de drogas sintéticas da Europa. Mas é principalmente a partir de Lisboa que as novas mulas embarcam para o Brasil.
    No País, o crime organizado tenta evitar que o desembarque seja em São Paulo ou no Rio, temendo sofrer maior controle. A rota passa principalmente por Belo Horizonte, Salvador e Recife, para onde voos diretos começam a ser feitos a partir de Lisboa, Madri, Paris e Frankfurt.
    Citando informações da Polícia Federal brasileira, a União Europeia alerta que apenas no primeiro semestre de 2011 mais de 171 mil pílulas de ecstasy foram apreendidas nos aeroportos do Brasil, além de 44 mil comprimidos de LSD. Mais da metade foi confiscada no Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte. A Europa tem certeza e os governantes do Brasil desconfiam que o crime encontra-se na classe menos favorecida. A aprovação da PEC 300, seria prejudicial aos filhos da classe dominante (narcoturistas) que residem em condomínios de luxo e querem procurar o crime invadindo somente as favelas...

    ResponderExcluir
  11. Você está em Notícias > Política
    Ministro propôs acordo para me calar, diz policial
    Ao Estado, João Dias Ferreira contradiz a versão de Orlando Silva sobre o encontro entre os dois
    17 de outubro de 2011 | 18h 58

    Leandro Colon, de O Estado de S.Paulo
    BRASÍLIA. Em entrevista exclusiva ao Estado nesta segunda-feira, 17, o policial militar João Dias Ferreira contradiz a versão do ministro do Esporte, Orlando Silva (PC do B), sobre o encontro entre os dois. Ferreira afirma que Orlando propôs, pessoalmente numa reunião em março de 2008 na sede do ministério, um acordo para que o esquema de corrupção na pasta envolvendo o Programa Segundo Tempo não fosse denunciado. O ministro diz ter se encontrado com Ferreira apenas uma vez, entre 2004 e 2005, para discutir convênios das entidades dirigidas pelo policial com o ministério.
    Veja também:
    Ministro do Esporte diz que recebeu policial a pedido de Agnelo
    PF já investigava convênios do Ministério do Esporte
    Denúncia de propina põe em risco a permanência de ministro do Esporte

    Dida Sampaio / AE
    O policial militar João Dias Ferreira
    Ferreira deu detalhes do encontro que diz ter tido com o ministro do Esporte em março de 2008. "O acordo era para que eles tomassem providências internas, limpassem meu nome e eu não denunciaria ao Ministério Público", afirmou. "O encontro foi na sala de reunião dele, no sétimo andar do ministério", disse.

    Neste encontro, o policial disse que negociou com o ministro a produção de um documento falso para selar o acordo, já que o ministério cobrava cerca de R$ 3 milhões de suas entidades. "Nessa reunião com o Orlando, eles falaram em produzir um documento sem data. Ele foi pré produzido e consagrado. A reunião foi em março , mas eles colocaram um documento com data de dezembro de 2007 dizendo que eu encerrava o convênio. É um documento fraudado", disse.

    Duas semanas depois do encontro com Orlando, já em abril, uma nova reunião foi feita no ministério, desta vez sem a presença do ministro. Essa conversa, segundo o policial, ocorreu numa sexta à noite, e contou com dirigentes da pasta aliados do ministro. Ele diz ter gravado este encontro.

    O ministro afirmou no sábado ter encontrado o policial uma só vez entre 2004 e 2005, quando era secretário-executivo da pasta na gestão de Agnelo Queiroz à frente do ministério. "Foi a única vez que encontrei essa pessoa", disse o ministro, em entrevista no México. Segundo o policial, esse encontro mencionado por Orlando jamais ocorreu. "Essa reunião que ele diz ter feito comigo nunca aconteceu. Não existe essa reunião. O ministro faltou com a verdade", disse Ferreira. "O ministro esteve comigo uma vez, em março de 2008, para fazer um acordo com o pessoal dele para eu não denunciar o esquema", disse.

    Leia trechos da entrevista que será publicada nesta terça-feira na versão impressa de O Estado:

    O ministro Orlando Silva diz que se encontrou só uma vez com você, entre 2004 e 2005, na gestão do ex-ministro Agnelo Queiroz. É verdade?
    Essa reunião que ele admite nunca aconteceu. Não existe essa reunião. O ministro faltou com a verdade. Ele esteve comigo uma vez para fazer um acordo com o pessoal dele para eu não denunciar o esquema.


    Dona Dilma de novo tem que pegar na vassoura, agora todo mês ela tem que abrir o latão do palacio e jogar mais um lixo herdado do lula, vcs imaginariam que o ex prensista iria se preocupar em limpar os malfeiros , agora se vê que SE GRITAR PEGA LADRÃO...NÃO FICA UM MEU IRMÃO....esse será o hino da administração Lula-Dilma...pois ela sem querer querendo assumiu todos os malfeitos..ou vcs acham que ela sendo ministra da casa civil não tinha informações privilegiadas da bandalheira que corria solta no governo lula....provavelmente até dezembro caiam mais 2 ministros....essa é a herança social que o brasil está recebendo e muitos podres ainda estão por vir

    ResponderExcluir
  12. 18/10/2011
    Falta de médico em hospital municipal vira caso de polícia
    Josmar Jozino
    do Agora
    O Hospital Municipal Doutor Waldomiro de Paula, em Itaquera (zona leste de São Paulo), não tinha, na noite de anteontem, elevadores funcionando nem médicos para atender pacientes.
    Também não havia ambulâncias para remover dois homens baleados que, sem atendimento na unidade, esperavam a transferência para outros hospitais.
    Parentes dos pacientes ficaram revoltados com a falta de atendimento médico e, em meio a um tumulto, ameaçaram quebrar as instalações do hospital.
    Com medo de agressões, funcionários chamaram a Guarda Civil Metropolitana e a PM.
    Eram 23h30 de anteontem. Enquanto quatro moradores de rua dormiam nos bancos de concreto do hospital, um carro oficial da Polícia Militar chegava com um homem baleado.
    Resposta
    A superintendente de Autarquia Hospitalar Municipal, Flávia Maria Porto Terzian, admitiu ontem que faltam médicos no hospital Waldomiro de Paula. Segundo ela, existe uma dificuldade para contratar profissionais.
    "Mas isso ocorre no Brasil inteiro. No município de São Paulo, tínhamos 8.000 médicos e agora temos 13 mil. O deficit ainda é grande e, no hospital Waldomiro de Paula, tem dias na semana que a situação é crítica", diz.
    Em relação aos quatro elevadores quebrados, Flávia Terzian disse que o prédio tem estrutura antiga e que a ideia é fazer um hospital novo.
    "Isso está dentro da proposta da PPP (parceria público-privada). Entre as unidades que serão reformadas, o hospital Waldomiro de Paula é um deles", disse Flávia.
    Sobre a falta de ambulâncias, ela disse que pelo menos uma fica de plantão no hospital.
    Enquanto Gilberto Kassab e Geraldo Alckmin, desviam recursos para o bico delegada,o contribuinte sofre com a falta de Hospitais (médicos não se arriscam em trabalhar em Hospitais da periferia,sem segurança e baixos salários) a tropa é concentrada na área comercial a serviço da Elite,em prejuízo da classe menos favorecida que paga a conta para a classe dominante desfrutar.Escravos do PSDB e PSD –Segurança Pública virou Privada é a manipulação para não aprovar a PEC 300 e quem sofre é a classe que habita a periferia.

    ResponderExcluir
  13. Tropa da Elite Paulista29 de janeiro de 2012 14:54

    Agência Estado
    SÃO PAULO - Pesquisa Datafolha publicada hoje coloca o pré-candidato do PRB, Celso Russomanno, na liderança da disputa pela Prefeitura de São Paulo em quatro dos cinco cenários consultados. Russomanno só não venceria a eleição, se ela ocorresse hoje, em caso de disputa contra o ex-governador José Serra (PSDB), que tem dito ao seu partido que não concorrerá à sucessão do prefeito Gilberto Kassab (PSD).
    O maior porcentual de intenção de voto conseguido por Russomanno ocorre quando o deputado federal Ricardo Tripoli é colocado como o candidato tucano na corrida eleitoral (21%), e o menor (17%) é quando Serra aparece como o nome do PSDB. Nesse cenário, o ex-governador recebeu 21% das intenções de voto. Exceto Serra, os demais nomes do PSDB variam entre 2% e 6%.
    Nos cinco cenários pesquisados - cada um com um nome diferente do PSDB - o pré-candidato do PT, o ex-ministro da Educação Fernando Haddad, vai de 4% a 5%. Gabriel Chalita (PMDB) recebeu entre 6% e 9% das intenções de voto e Netinho de Paula, do PCdoB, aparece com porcentual que vai de 11% a 13%, sendo que em todos os cenários ele apresentou queda em relação à sondagem anterior (ainda que dentro da margem de erro).
    José Serra tem, de acordo com o Datafolha, rejeição de 33% dos eleitores consultados, atrás apenas de Netinho de Paula, com 35%. O deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho (PDT), tem rejeição de 20% dos pesquisados, enquanto Russomanno aparece com 12% e Chalita com 11%, o mesmo porcentual verificado para Haddad (11%).
    A pesquisa DataFolha foi realizada nos dias 26 e 27 de janeiro com 1.090 eleitores da capital paulista. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. A sondagem está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número 00001/2012. Observação os eleitores de SP vão dar uma resposta nas urnas, nas eleições p/ Prefeito, reprovando as ações desastrosas de Gilberto Kassab e Geraldo Alckmin, o emprego do choque da PMESP é para reprimirem criminosos e não ações violentas contra a denominada classe diferenciada e excluída pela burguesia. A PMESP foi privatizada (para a Prefeitura) onde deixou de ser Força Pública – ao alcance de todas as classes sociais, a PM polícia dos milionários, deve cumprir o seu papel sempre respeitando o ser humano conforme reza o artigo 5º dos direitos e garantias da Constituição Federal, o bico delegada exige que policiais sejam truculentos (modelo da ditadura militar) A operação Pinheirinho, foi um ato desastroso sabemos que a PMESP, deve urgentemente voltar para suas atribuições sem a necessidade do bico ofertado pelo atual prefeito com aprovação da PEC 300. Por lado, (após o relato de Cacco Barcellos – no livro ROTA 66 - A História da Polícia que Mata) a sociedade não aceita ações que não condiz com a realidade – onde são sempre vitimados negros,nordestinos e demais excluídos da alta sociedade paulista,com agressões exageradas contra estudantes da USP,Cracolândia e a reintegração de posse no (Pinheirinho - são cidadãos pacatos que ali residem há 10 anos e Geraldo Alckmin,não preparou moradias após o despejo) Enquanto Bombeiros são agraciados com medalhas por ter salvo vidas,a tropa do choque é agraciada por ter matado e agredido o cidadão comum (desarmado) é um contraste - enquanto um salva, o outro preoculpa-se em matar.A instrução das academias da PMESP são ultrapassadas não respeitam os direitos humanos por ter Fórum privilegiados (TJM Tribunal de Justiça Militar) Crimes contra o cidadão devem ser julgados pela justiça comum,com apoio da Polícia Cientifica,em busca da verdade (tiroteios forjados não é mais possível na era da tecnologia.A PEC 300 sem dúvida é necessária aos bravos Bombeiros e Policiais que honram a sua tarefa apoiando a sociedade,todos pagam impostos e não apenas a Elite Paulista.Efeitos colaterais do bico delegada,mostram sintomas desastrosos é lamentável.

    ResponderExcluir
  14. http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI6228523-EI5030,00-Familias+de+PMs+mortos+em+SP+vao+a+Justica+para+receber+seguro.html

    Famílias de PMs mortos em SP vão à Justiça para receber seguro

    Após 42 disparos de fuzil, o policial Carlos da Silva Cardoso, 31, tombou em frente à padaria no bairro do Limão, na zona de São Paulo, perto de casa, em abril de 2006. O assassinato, cometido por traficantes, precedeu a onda de ataques que matou dezenas de agentes de segurança do Estado. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o crime também deu início a uma ação na Justiça para que sua família receba o seguro de vida previsto pela corporação. Advogados ouvidos pelo jornal dizem que ações como essa são cada vez mais frequentes devido a ondas de ataques contra policiais. O benefício de cerca de R$ 100 mil é concedido apenas nos casos em que as vítimas foram mortas em serviço ou no caminho do trabalho.
    A maioria dos PMs, porém, foi morta em dias de folga. Só neste ano, de 67 policiais da ativa assassinados, apenas três estavam em serviço. O total de vítimas chega a 84 quando somado o número de PMs reformados que foram mortos. Em 2008, a mulher de Cardoso, a dona de casa Selma Leão Cardoso, 42 anos, obteve uma vitória em primeira instância, que previa o pagamento de R$ 100 mil a ela. A ação está em fase de recursos. "Tenho inúmeros casos semelhantes. A vítima pode estar de folga, sem estar no bico, e a família não receberá do mesmo jeito. Se não está no quartel ou em serviço, a seguradora nega", diz o advogado Fernando Capano. Segundo ele, nos últimos anos, juízes estão aceitando o argumento de que a família tem direito mesmo que a morte ocorra fora de serviço e determinando o pagamento.

    (Alckmin e o Secretário da Segurança Pública não acreditam nos ataques do PCC (contra Policiais) citando ser invenção da imprensa e lendas da população, não está na hora de livrarmos desse partido nefasto). Caso não seja incompetência o governador de SP e sua cúpula agem de forma dolosa, com propósitos tendenciosos contra a instituição PM, sempre a favor dos meliantes que debocham da sociedade (O Brasil disse não ao PSDB que desejou a Presidência da República pela 2ª vez, escolhendo a mãe do PAC que governa também ofertando bolsa enganação, pior que o Chavez da Venezuela que produz habitações para o seu povo e não admite criminosos praticando homicídios contra os seus policiais e também contra a população com leis rígidas).

    O governo tucano instituiu a pena de morte em SP há muitos anos (Presídios viraram salas do crime organizado) utilizam celulares para comandar o tráfego de entorpecentes, seqüestros contra civis e também a execução de seus rivais, reféns em cárceres privados no cativeiro, possuem comércios diversos para lavagem do dinheiro e o cinismo do governador cita que colocará a ROTA para defender a sociedade na baixada santista que votou em massa nas eleições nesse desastroso governo, que diferencia até a morte de Policiais, com o propósito de indenizar só integrantes da Segurança Pública mortos em serviço, descartando aqueles que foram vitimas de homicídios em razão da função. (Pai afaste esses políticos... cále-se).

    PEC 300 virou um endereço postal entre Bombeiros e Policiais do Brasil, não importa se o projeto mudou de nome, ficou patente e são capazes de projetar ao mundo propósitos danosos que assola nosso país, com certeza as opiniões Públicas nacionais e internacionais terão meios de pressionar os nefastos líderes políticos que são verdadeiras fichas sujas (alteraram até o código penal) citando que o crime de concussão, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e outros - foram substituídos por caixa 02 nas campanhas, fatos que não convenceram o Ilustre Ministro e atual Presidente do STF Joaquim Barbosa.

    Diga não a escravidão, estamos unidos em busca da nossa valorização...






    ResponderExcluir
  15. http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI6228523-EI5030,00-Familias+de+PMs+mortos+em+SP+vao+a+Justica+para+receber+seguro.html

    Famílias de PMs mortos em SP vão à Justiça para receber seguro

    Após 42 disparos de fuzil, o policial Carlos da Silva Cardoso, 31, tombou em frente à padaria no bairro do Limão, na zona de São Paulo, perto de casa, em abril de 2006. O assassinato, cometido por traficantes, precedeu a onda de ataques que matou dezenas de agentes de segurança do Estado. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o crime também deu início a uma ação na Justiça para que sua família receba o seguro de vida previsto pela corporação. Advogados ouvidos pelo jornal dizem que ações como essa são cada vez mais frequentes devido a ondas de ataques contra policiais. O benefício de cerca de R$ 100 mil é concedido apenas nos casos em que as vítimas foram mortas em serviço ou no caminho do trabalho.
    A maioria dos PMs, porém, foi morta em dias de folga. Só neste ano, de 67 policiais da ativa assassinados, apenas três estavam em serviço. O total de vítimas chega a 84 quando somado o número de PMs reformados que foram mortos. Em 2008, a mulher de Cardoso, a dona de casa Selma Leão Cardoso, 42 anos, obteve uma vitória em primeira instância, que previa o pagamento de R$ 100 mil a ela. A ação está em fase de recursos. "Tenho inúmeros casos semelhantes. A vítima pode estar de folga, sem estar no bico, e a família não receberá do mesmo jeito. Se não está no quartel ou em serviço, a seguradora nega", diz o advogado Fernando Capano. Segundo ele, nos últimos anos, juízes estão aceitando o argumento de que a família tem direito mesmo que a morte ocorra fora de serviço e determinando o pagamento.

    (Alckmin e o Secretário da Segurança Pública não acreditam nos ataques do PCC (contra Policiais) citando ser invenção da imprensa e lendas da população, não está na hora de livrarmos desse partido nefasto). Caso não seja incompetência o governador de SP e sua cúpula agem de forma dolosa, com propósitos tendenciosos contra a instituição PM, sempre a favor dos meliantes que debocham da sociedade (O Brasil disse não ao PSDB que desejou a Presidência da República pela 2ª vez, escolhendo a mãe do PAC que governa também ofertando bolsa enganação, pior que o Chavez da Venezuela que produz habitações para o seu povo e não admite criminosos praticando homicídios contra os seus policiais e também contra a população com leis rígidas).

    O governo tucano instituiu a pena de morte em SP há muitos anos (Presídios viraram salas do crime organizado) utilizam celulares para comandar o tráfego de entorpecentes, seqüestros contra civis e também a execução de seus rivais, reféns em cárceres privados no cativeiro, possuem comércios diversos para lavagem do dinheiro e o cinismo do governador cita que colocará a ROTA para defender a sociedade na baixada santista que votou em massa nas eleições nesse desastroso governo, que diferencia até a morte de Policiais, com o propósito de indenizar só integrantes da Segurança Pública mortos em serviço, descartando aqueles que foram vitimas de homicídios em razão da função. (Pai afaste esses políticos... cále-se).

    PEC 300 virou um endereço postal entre Bombeiros e Policiais do Brasil, não importa se o projeto mudou de nome, ficou patente e são capazes de projetar ao mundo propósitos danosos que assola nosso país, com certeza as opiniões Públicas nacionais e internacionais terão meios de pressionar os nefastos líderes políticos que são verdadeiras fichas sujas (alteraram até o código penal) citando que o crime de concussão, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e outros - foram substituídos por caixa 02 nas campanhas, fatos que não convenceram o Ilustre Ministro e atual Presidente do STF Joaquim Barbosa.

    Diga não a escravidão, estamos unidos em busca da nossa valorização...






    ResponderExcluir
  16. Policiais sentem-se privilegiados em praticar a usurpação do serviço da GCM (acreditam que estão em vantagem, destruindo a Polícia Municipal, deixando de fazer a sua real atividade conforme reza na Constituição Federal que é o combate ao crime no policiamento ostensivo e preventivo, ignoram a valorização da PM a nível nacional, o caráter de um homem não pode aceitar a escravidão em prejuízo da Guarda Municipal) O conformismo e a passividade fortaleceram o crime organizado, que não agem como marreteiros no centro comercial encontram-se concentrado no crime maior - do tráfego de entorpecentes para abastecer os filhos da classe média alta que são os maiores consumidores, alimentando e patrocinando criminosos enquanto o PM encontra-se protegendo burgueses consumindo o dinheiro do município em prejuízo da Segurança Municipal, Postos de Saúde, Educação, corroendo a verba destinada a merenda escolar e demais atribuições como asfalto, iluminação, creches e outros, contribuintes da periferia ficam no prejuízo pagando duas vezes a PM sem desfrutar do mesmo padrão de policiamento junto as Escolas Públicas e demais pontos sensíveis capaz de gerar e garantir a sensação de segurança, todos lamentam a falta de visão de Alckmin e Kassab por governarem demonstrando que estão voltados a satisfação da classe alta que são os burgueses de SP,subestimando a classe menos favorecida

    A GCM permaneceu sem meios de duplicar o seu efetivo com mais viaturas e simultaneamente as suas Bases, materiais bélicos etc.
    Que tal SP sofrer intervenção das tropas federais que passariam receber um adicional na condição de bico delegada, fazendo o serviço da PM onde o Estado daria viaturas, equipamentos e toda a infra-estrutura aos novos substitutos, sucatando a Policia do Estado por tempo inderteminado, será que seria antiético, imoral ou uma ótima idéia?

    Policiais estão sendo cassados pelo crime organizado por ter relaxado a guarda, o bico é nocivo em todos os aspectos do psicológico a falta de disposição na sua principal missão junto ao policiamento do Estado, notoriamente todos agem de forma intolerante com o contribuinte (infelizmente tais profissionais da Segurança Pública) são repudiados pela sociedade sadia, que não confia mais em tais policiais, que deveriam projetar-se como amigos do cidadão - preferem esconder-se em esquinas, padaria, postos de gasolina, arvore e outros, com intuito de alimentar a indústria das multas de transito. Desejar e praticar a função destinada a GCM e fiscais da prefeitura e guarda de trânsito, não é combater o crime e sim subordinar-se a escravidão imposta pelo PSDB.

    Evidentemente o crime organizado trabalha nas brechas do Estado preferindo SP, aproveitando a Ingerência do PSDB que se encontra a 20 anos em SP, demonstrando verdadeiramente ser incapaz no combate ao crime, possui apenas ações paliativas quando a mídia cobra ações e soluções.

    Como salvar e resgatar a Segurança Pública (extinção do bico) aprovação da PEC 300 para valorização dos policiais, mapeamento do crime incluindo biqueiras, desmanches de veículos e todos os tipos de delitos, aumentarem o policiamento junto aos Estabelecimentos de Ensino (onde se encontra micro traficantes viciando crianças, excluir integrantes da Corporação envolvidos com o crime e finalmente estimular a tropa com uma carreira única, similar ao Canadá considerada uma das melhores Polícias do mundo).

    O crime é uma indústria rentável que alimenta a mídia sensacionalista, Empresas de Segurança, Advogados de plantão e ainda serve para manipular eleitores nas eleições limitando a classe trabalhadora a permanecer na senzala todos melindrados, após o referendo desarmaram o cidadão fortalecendo os criminosos é a jogada dos terroristas que estão no poder, condicionando o Brasil ao socialismo modelo cubano e não há vontade política de melhorar a Saúde, Educação e a Segurança// afinal como ficariam os Convênios médicos, Empresas de Segurança, Escolas Particulares?

    ResponderExcluir
  17. A PMESP continuará atuante durante o período diurno em sua missão na usurpação do serviço da GCM (com a vitória do PT em SP) o futuro prefeito e sua família tiveram loja na Rua 25 de março no centro de SP e não vai deixar de prestigiar os seus amigos.
    Oriundo de família classe media alta, Haddad vai prosseguir com a escravidão da PM.

    Os fatos graves ocorridos em SP só 03 policiais morreram de serviço, segundo Geraldo Alckmin e sua cúpula, o resto foram mortos na folga - incluindo cidadãos comuns (O PSDB não reconhece o PCC como facção do crime organizado, que estaria orquestrando ataques contra as instituições da Segurança Pública, incluindo incêndio a ônibus e outros atos de vandalismo. Acreditando ser invenção da mídia e lendas da população e as mortes por homicídios estão abaixo de fatos que estão ocorrendo no Iraque, Afigasnitão, México, Líbia e outros, com a certeza que integrantes do bico delegada estão firmes sem recuar um milímetro multando o cidadão, correndo atrás de marreteiros etc. (Sem dar trégua aos cofres Públicos do Município) em prejuízo da população que permanecem pagando duas vezes as ações da PMESP, que consome altas taxas de impostos do Estado e simultaneamente da Prefeitura, para manter o bico delegada na área nobre para satisfação dos burgueses e quem paga a conta é a classe menos favorecidas nas periferias, que permanece sem o mesmo padrão de policiamento.

    Os excessivos gastos ficam mais caro que aprovação da PEC 300 e ainda consome o dinheiro necessário para a valorização da GCM e demais categorias do município que continuam, sem reajustes motivo da falta de médicos, professores e demais profissionais e também a falta de infra-estrutura tais como habitações, esgoto a céu aberto, Escolas sucatadas, pavimentações, iluminações, falta de leitos hospitalares, semáforos danificados sem garantir a segurança de pedestres, faltos de uma política de apoio a dependentes químicos e a intensificação do policiamento junto as Escolas (onde se encontra os micros traficantes em busca dos alunos para novos clientes e futuros consumidores das drogas e Alckmin e Kassab orgulham-se em ter autorizado o choque da PM, nas agressões ocorridos na cracolâdia – onde havia gestantes, crianças e dependentes químicos desarmados e também o abuso ocorrido na reintegração de posse em Pinheirinho – sempre penalizando a classe trabalhadora, a Elite Paulistana condicionou a dupla Alckmin e Kassab administrar o Estado e Município aos interesses da burguesia exigindo a imediata retirada da PM da USP, para não atrapalhar seus filhos no consumo das drogas em nome da democracia, com apoio dos direitos humanos)

    Geraldo Alckmin citou a imprensa que o número de mortos em SP encontra-se abaixo da estatística exigidas pela ONU e o ensino progressivo do PSDB continua diplomando analfabetos com objetivo de enganar instituições internacionais que exigem políticas de alfabetizações para suprir as necessidades do mundo globalizado (afinal a Rede Globo colaborou com a alfabetização do país, surgiu só uma dúvida (alunos - não sabe se chuchu é com x ou ch e mesmo apático o governador continua com a sua ingerência)

    Vamos comemorar o voto dos analfabetos, menores de idade com 16 anos – que são inocentes junto à justiça decorrente da idade (motivando a vitória de Haiddad) todos citavam ta russo mano e o vampiro anêmico não vai resistir à sopa de chuchu por tempo indeterminado, a ordem dos fatores em SP só alteram o produto com aprovação da PEC 300, caso contrário tudo continua de mal a pior com os terroristas que estão no poder?

    Diga não a escravidão, PEC 300 é a solução.
    A corrupção empobrece a Nação.


    ResponderExcluir
  18. A PMESP continuará atuante durante o período diurno em sua missão na usurpação do serviço da GCM (com a vitória do PT em SP) o futuro prefeito e sua família tiveram loja na Rua 25 de março no centro de SP e não vai deixar de prestigiar os seus amigos.
    Oriundo de família classe media alta, Haddad vai prosseguir com a escravidão da PM.

    Os fatos graves ocorridos em SP só 03 policiais morreram de serviço (segundo Geraldo Alckmin e sua cúpula) o resto foram mortos na folga - incluindo cidadãos comuns (O PSDB não reconhece o PCC como facção do crime organizado, que estaria orquestrando ataques contra as instituições da Segurança Pública, incluindo incêndio a ônibus e outros atos de vandalismo). Acreditando ser invenção da mídia e lendas da população e as mortes por homicídios estão abaixo de fatos que estão ocorrendo no Iraque, Afigasnitão, México, Líbia e outros, com a certeza que integrantes do bico delegada estão firmes sem recuar um milímetro multando o cidadão, correndo atrás de marreteiros etc. (Sem dar trégua aos cofres Públicos do Município) em prejuízo da população que permanecem pagando duas vezes as ações da PMESP, que consome altas taxas de impostos do Estado e simultaneamente da Prefeitura, para manter o bico delegada na área nobre para satisfação dos burgueses e quem paga a conta é a classe menos favorecidas nas periferias, que permanece sem o mesmo padrão de policiamento.

    Os excessivos gastos ficam mais caro que aprovação da PEC 300 e ainda consome o dinheiro necessário para a valorização da GCM e demais categorias do município que continuam, sem reajustes motivo da falta de médicos, professores e demais profissionais e também a falta de infra-estrutura tais como habitações, esgoto a céu aberto, Escolas sucatadas, pavimentações, iluminações, falta de leitos hospitalares, semáforos danificada sem garantir a segurança de pedestres, falta de uma política de apoio a dependentes químicos e a intensificação do policiamento junto as Escolas (onde se encontra os micros traficantes em busca dos alunos para novos clientes e futuros consumidores das drogas e Alckmin e Kassab orgulham-se em ter autorizado o choque da PM, nas agressões ocorridos na cracolâdia – onde havia gestantes, crianças e dependentes químicos desarmados e também o abuso ocorrido na reintegração de posse em Pinheirinho – sempre penalizando a classe trabalhadora, a Elite Paulistana condicionou a dupla Alckmin e Kassab administrar o Estado e Município aos interesses da burguesia exigindo a imediata retirada da PM da USP, para não atrapalhar seus filhos no consumo das drogas em nome da democracia, com apoio dos direitos humanos)

    Geraldo Alckmin citou a imprensa que o número de mortos em SP encontra-se abaixo da estatística exigidas pela ONU e o ensino progressivo do PSDB continua diplomando analfabetos com objetivo de enganar instituições internacionais que exigem políticas de alfabetizações para suprir as necessidades do mundo globalizado (afinal a Rede Globo colaborou com a alfabetização do país, surgiu só uma dúvida (alunos - não sabe se chuchu é com x ou ch e mesmo apático o governador continua com a sua ingerência)

    Vamos comemorar o voto dos analfabetos, menores de idade com 16 anos – que são inocentes junto à justiça decorrente da idade (motivando a vitória de Haiddad) todos citavam ta russo mano e o vampiro anêmico não vai resistir à sopa de chuchu por tempo indeterminado, a ordem dos fatores em SP só alteram o produto com aprovação da PEC 300, caso contrário tudo continua de mal a pior com os terroristas que estão no poder?

    Diga não a escravidão, PEC 300 é a solução.
    A corrupção empobrece a Nação.


    ResponderExcluir