Na Luta pela Escola Pública

Este blog pretende criar um espaço para informações e discussões sobre Escola Pública na Região dos Lagos, com destaque para o município de Cabo Frio.

O nome “Pó de Giz” é tomado, por empréstimo, do antigo time de futebol dos professores do Colégio Municipal Rui Barbosa. Um colégio reconhecido por sua luta pela educação pública de qualidade. Um lugar onde fervilha a discussão educacional, política e social. Colégio que contribui de maneira significativa na formação de seus alunos, lugar onde se trabalha com o sentido do coletivo.

O " Pó de Giz" é uma singela homenagem a essa escola que tem um "pequeno" espaço educacional, mas corajoso e enorme lugar de formação cidadã.


sábado, 25 de junho de 2011

Secretário Risolia implora pela aplicação do SAERJINHO

Em duas ocasiões nesta quarta-feira, 22/6, o secretário Risolia pediu “pelo amor de Deus” para que os professores garantam a aplicação do SAERJINHO dia 29. Pela manhã, numa reunião com professores em Resende e à noite, diante dos representantes do SEPE, durante negociação na SEPLAG com o Secretário Sérgio Ruy e uma comissão de parlamentares. O SEPE respondeu que o boicote ao SAERJINHO foi aprovado em Assembléia no dia 20/6. Além disso, a greve já representa um boicote a essa avaliação uma vez não está havendo aula na maioria das escolas. Risolia está desesperado. Apesar de não reconhecer publicamente a greve, afirmando que a adesão diminuiu de 2% para 1,5%, pediu que o SEPE acabasse com ela em entrevista ao jornal O Dia (19/6) e agora teme pelo boicote ao SAERJ. No entanto, a reunião da SEPLAG terminou com o compromisso de um novo encontro apenas para 15/7. Isso mostra que o governo ainda não está acreditando na força dessa greve e não está se importando com sua duração; prefere pagar para ver. Segundo o informe da comissão do SEPE, após intenso e longo debate, o secretário Sérgio Ruy marcou para essa data a resposta às principais reivindicações da categoria: reajuste salarial de 26%, descongelamento do plano de carreira dos funcionários administrativos e antecipação das parcelas da incorporação do Nova Escola.

Assim, temos que nos manter firmes e fortalecer esse movimento se quisermos conquistar avanços.

Depois de provocar fuga de Cabral, movimento grevista enfrenta secretário Risolia em Resende

Na manhã de ontem, 22/6, o secretário Risolia foi recebido com uma ruidosa manifestação na porta do CE Olavo Bilac onde foi fazer uma reunião com os professores e diretores dos municípios de Resende, Itatiaia e Quatis. O secretário não aceitou proposta do comando de greve de que uma comissão também fizesse intervenções na reunião. Apesar de os professores terem sido convocados, a reunião ocorreu esvaziada, pois muitos não compareceram e, entre os presentes, alguns já começavam a deixar o local logo no início. Segundo relatos, o secretário não permitiu que as pessoas fizessem perguntas durante a apresentação, somente ao final da reunião. Queria ver ele fazer isso numa sala de aula. Os que resistiram tiveram que suportar uma longa e monótona apresentação de slides – depois ainda querem vir falar de aulas atraentes.

Os colegas não se intimidaram e fizeram várias perguntas incisivas e uma companheira chegou a ser aplaudida após fazer uma intervenção, conforme informaram algumas colegas.

A concentração para o ato foi marcada para começar às 8h e o evento estava marcado para começar às 10h. Companheiros de Volta Redonda, Barra Mansa, Porto Real e Itatiaia vieram dar apoio ao protesto que contou também com a participação de alunos e o apoio popular que se manifestou principalmente através de um buzinaço na porta do Colégio. Já acostumado a circular por vários municípios e colégios sem ser importunado, devido ao sigilo em que a assessoria procura manter esses compromissos, Risolia certamente não contava com essa. Durante o ato, cobrou-se do secretário que não corra por fora do SEPE, neste momento em que há uma greve com uma pauta de reivindicações colocada sobre a mesa de negociação e aguardando uma contraproposta do governo que até agora não foi apresentada.

Mais tarde, durante a reunião na SEPLAG, o secretário ainda teve a coragem de dizer ao SEPE que está tudo normal em Resende e que todas os colégios estão funcionando. Esse secretário tem um ótimo senso de humor...

http://odia.terra.com.br/portal/educacao/html/2011/6/professores_na_mesa_de_negociacao_com_o_estado_173143.html

Att, Oseias

2 comentários:

  1. Professor Zezinho27 de junho de 2011 20:10

    Ora... Se a adesão à greve é de 2%, qual o medo do Sr. Secretário?

    ResponderExcluir
  2. Pois é...Q 2% assustador!!!
    Não sou da classe, mas apoio vcs...
    Só acho q deveria ser uma greve geral mesmo!!
    Com todo mundo, afinal se vcs conseguirem o q querem não serão todos q vão ganhar!!!!

    ResponderExcluir